Nem todo bom velhinho é realmente bom. Mas ele pode ficar bom conforme vai aprendendo o verdadeiro significado do Natal. “A Estrela do Natal“, de 1986, apresenta esse velhinho nada normal e o transforma no verdadeira Papai Noel.

A primeira cena de “A Estrela do Natal“, já somos apresentados ao personagem principal e sua péssima relação com a data festiva e até mesmo com a sociedade, afinal ele está na prisão.

Pouco depois, o pilantra Horace McNickle (Ed Asner), consegue fugir da prisão após roubar uma fantasia do Papai Noel (além de possuir uma extraordinária semelhança com o São Nicolau o qual facilitou muito a sua escapada). A polícia o persegue e até mesmo se aproxima, mas como está próximo do Natal, a cidade está forrada com Papais Noéis por todos os lados.

O mau velhinho aqui apresentado, está em completo desespero para recuperar o dinheiro que ele conseguiu no roubo anterior, pelo qual estava cumprindo pena na prisão. Ele não vê uma saída do que possa fazer, até conhecer dois meninos da vizinhança, que acreditam fielmente que ele seja o Papai Noel, com isso ele acaba tirando proveito dos dois.